de olho no Alecrim

O que é ser potiguar?

O que é ser potiguar?

Potiguar significa comedor de camarão.


É o nome de uma grande nação tupi que habitou o litoral do Rio Grande do Norte. Ao longo do tempo, a denominação passou a ser atribuída a toda pessoa que nasce no Estado.

Os potiguar eram índios corajosos e belicosos. Resistiram à dominação portuguesa durante décadas no século XVI. Mas fizeram alianças célebres também, como a realizada pelo potiguar Felipe Camarão com os portugueses contra a invasão holandesa em Pernambuco no século XVII.

Por ter combatido os flamengos, os tapuia e os próprios índios potiguar que se aliaram aos holandeses, recebeu o título de Cavaleiro da Ordem de Cristo, passou a receber pensões régias de Portugal e podia ser chamado de Dom.

Mesmo assim, os potiguar foram dizimados nessas lutas a ponto de permanecer pouco de sua tradição indígena. Há remanescentes do grupo cuja memória precisa ser recuperada ainda que sua saga e feitos contados nos manuais de história do Brasil habitem o imaginário de quem vive na Terra do Sol banhada pelas águas mornas de suas belas praias.

Mas o mais interessante é observar que a identidade dos potiguares, dos habitantes atuais do Rio Grande do Norte, é configurada por um processo subterrâneo que conserva um patrimônio imaterial, não identificado especificamente com a tradição indígena, mas pelos valores da bravura, resistência e habilidades que ela evoca.

Com essa lembrança dos tempos primeiros da formação da identidade potiguar, inicio essa coluna sobre o Rio Grande do Norte, seus costumes, suas tradições e sua gente.

Rita Ribeiro Voss
Antropóloga,morou por 10 anos em Natal.
Atualmente vive em Olinda e é professora da UFPE.
 

Co2 Comunicação